História

HOSPITAL DO TERÇO

Desde o início, o Hospital do Terço ficou ligado aos mais importantes atos cirúrgicos praticados em Portugal. Assim foi nele que, em 25 de Julho de 1782, se praticou a primeira cesariana, foi nele que se criou a primeira sala de operações, em 1856, foi nele que, por essa altura, foi operado, com êxito, um aneurisma da artéria umeral que deu brado no meio médico. Foi o Doutor Bernardino António de Almeida, professor da Escola Médica, a grande figura daqueles e de outros feitos cirúrgicos, tendo por isso sido nomeado pela Mesa, Diretor vitalício da sala de operações. Outros ilustres nomes têm honrado com a sua colaboração o Hospital do Terço, dentre os quais é mister citar Sebastião Guerra, Francisco Viterbo, Assis Vaz, Lopes Pacheco, Vieira Braga, Couto Soares, Alberto Gonçalves, Gil da Costa, João Costa e tantos outros.

Desta forma, o Hospital do Terço desde cedo se caraterizou pelo seu carater inovador e pioneiro no campo da prestação de cuidados de saúde e apoio social, abrangendo muitas histórias e largos anos de história. Desde março de 2013 que a gestão do Hospital do Terço foi concessionada a uma empresa de Gestão de Saúde e Unidade Hospitalar, através de uma parceria com a Venerável Irmandade de Nossa Senhora do Terço e Caridade que é proprietária do edifício.